A Milan Fashion Week Primavera/Verão 2019 começou oficialmente no dia 19 e encerrou hoje, dia 24 de setembro. Com mais de 60 desfiles e 90 apresentações, a semana de moda trouxe as grandes coleções e apostas de marcas como Dolce & Gabbana, Prada, Versace, Cavalli, Armani e Fendi.

Emporio Armani | Fotos: Imaxetree

Gucci ficou de fora, já que escolheu Paris para apresentar a nova coleção. O estilista Alessandro Michele definiu nesta temporada a Cidade da Luz como sua inspiração para o desenvolvimento das novas peças.

Prada | Fotos: Imaxetree

A surpresa deste ano é a volta da marca Fila, da década de 1990. Sua colaboração com a Fendi, em 2016, trouxe bons frutos, e a Fila volta a ser destaque nas passarelas de alta costura.

Fendi | Fotos: Imaxetree

O tema da semana foca no desenvolvimento sustentável ou no chamado Green Fashion. Nesta temporada, a Câmara Italiana de Comércio de Moda, responsável pela maior parte dos eventos da semana, entregará os Green Fashion Carpet Awards aos selos mais ecologicamente corretos.

Alberta Ferretti | Fotos: Imaxetree

A Milan Fashion Week se propõe neste ano a abrir caminho para reflexão do mercado de luxo no quesito sustentabilidade. A grife Burberry, por exemplo, queima milhões de dólares em produtos todos os anos com o objetivo de manter a exclusividade de suas peças. Mas anunciou, recentemente, que deixaria de queimar bens não vendidos.

No último domingo, 23 de setembro, as beldades brasileiras Bruna Marquezine, Marina Ruy Barbosa, Lala Rudge, Helena Bordon, Yasmin Brunet e o marido Evandro Soldati, participaram da semana de moda a convite da grife Dolce & Gabbana.

(Reprodução: Instagram/@voguebrasil)

 

Mais Mulher entende o universo feminino e traz informação sobre alimentação saudável, atividade física, yoga, amor, sexo, moda, comportamento e beleza em um só lugar.

msisdn